A Praia da Pipa e seu Santuário Ecológico

26 02 2007

Praia da Pipa

Pipa está localizada a 85 km de Natal, no município de Tibau do Sul, nome indígena que significa “entre duas águas” (já que é cercado pela Lagoa de Guaraíras e o Oceano Atlântico). A praia começou a ficar famosa nos anos 80 com a prática do surfe. Mas Pipa oferece muitas atividades como caminhadas na areia, trilhas, passeio de bugue, caiaque, cavalo e tudo o que se pode fazer no cenário de Mata Atlântica. Pipa também é moradia de golfinhos e tartarugas que podem ser observados através de mergulhos.

Você acaba de chegar no “point” do litoral nordeste brasileiro. Aqui se encontra paz, divertimento, gente bonita e muito, muito contato com a natureza.

Moradia de golfinhos e tartarugas marinhas a praia de Pipa pertence ao município de Tibau do Sul, nome indígena que significa “entre duas águas” (já que é cercado pela Lagoa de Guaraíras e o Oceano Atlântico).

De “Orotapiry” – aldeia do homem branco em tupi, “Itacoatiara” – pedra principal de cor amarelada e “Ponta do Cabo Verde”– devido a belíssima vista da Mata Atlântica que os navegadores viam ao longe- a vila acabou sendo conhecida por Pipa porque a Pedra do Moleque (situada no ponto mais extremo da praia dos Afogados) parece ao longe como um barril de vinho ou cachaça. Talvez venha daí sua propriedade em “entontecer” os aventureiros e turistas do mundo desde a época em que piratas de todas as nacionalidades desembarcavam nas suas praias em busca do pau Brasil.

E é de entontecer mesmo! Aqui logo na chegada, ao longo da estrada você se depara com praias de águas claras e mornas, imensos coqueirais, piscinas e mirantes naturais, imponentes falésias ainda cobertas pela Mata Atlântica, dunas branquíssimas, enseadas, despenhadeiros. Localizada no maior santuário ecológico do Estado do Rio Grande do Norte, eleita pelo Guia 4 Rodas como uma das 10 mais belas praias do Brasil, a Pipa começou a ficar famosa nos anos 80 através dos amantes do surf.

Mas aqui pode-se fazer de tudo: passeios de barcos, de buggy, caique ou a cavalo, caminhadas e rally pelas trilhas da Mata Atlântica. Inclusive este é um de seus encantos: consegue conciliar um cenário deslumbrante e um roteiro de tirar o fôlego à uma infra-estrutura cheia de charme e conforto, com pousadas, bares, lojinhas e restaurantes de gastronomia com nível internacional.

A noite é uma atração à parte. Cosmopolita e agitada a balada pipense requer energia pois dura pelo menos até o sol nascer. E o melhor: ela é freqüentada por jovens do mundo todo que se entregam mesmo ao molejo do forró regional às batidas do techno.

Certamente foi essa efervecência o fator decisivo para a revista Viaje Mais eleger a noite pipense a “mais quente acima do Recife”. Mais do que vivenciar um dos points da badala nordestina, estar em Pipa é certeza de desfrutar “dias inesquecíveis de lazer e entretenimento ou simplesmente descanso e paz junto à natureza exuberante, sob as bençãos de São Sebastião, padroeiro e protetor do lugar”.

História e Cultura

A teoria que mais se confia é que esse nome teve origem quando os portugueses chegaram ao local e viram uma rocha que parecia um barril de longe. A palavra “pipa” no tradicional português de Portugal significa barril, por isso esse nome, Pipa. O desenvolvimento da Praia de Pipa é muito recente e foi muito rápido. Nas últimas décadas Pipa está sendo conhecida mundialmente por seu povo, pela beleza de suas praias, com as águas límpidas e mornas e as enseadas, como a Enseada dos Golfinhos.

Santuário Ecológico de Pipa

Um pouco da sua história

A Chácara do Madeiro é ao mesmo tempo um monumento hitórico, uma reserva ecológica e um laboratório do futuro.

Foi aqui que em 1980 o Sr. Charles Capelle, engenheiro elétrico responsável pelo projeto ITAIPU, se refugiou para escapar dos males da civilização e tentar estabelecer uma vida mais equilibrada, baseada na auto-sustentação.

Desde o século XVI a área tem sido visitada por procuradores de madeira – uma das matas locais ainda exibe o nome “Mata do Pau-Brasil”. No seculo XIX fazia parte da fazenda do João Armógenas, cujos ultimos escravos (Dona Joaquina e Dona Antonia) faleceram faz poucos anos em Pipa.

Mais recentemente o Madeiro entra nas mão da família local Borges, que arrenda a área para a plantação de roçado e pasto de gado. Só desde 1976 que a mata começa a se recuperar e demorará muitos anos até alcançar a nobre altura da floresta antiga.

Na época em que o Sr. Charles se instalou, a praia da Pipa ainda não tinha rede de energia nem agua, às vezes faltava até comida, mas com o espírito de aventura ele encontrou soluções originais para todos os problemas, como você verá. Enquanto cultivava seu jardim de orquideas e árvores miniaturas se dedicou à confecção de finas obras de arte, algumas das quais estão a mostra Museu que traz o seu nome.

Atualmente a Chácara é local de uma intigrante experiência científica: o treinamento e soltura de animais silvestres para recompor a antiga fauna da região (reintrodução controlada). Paral tal se tem o apoio do Centro de Recuperação e Reintrodução de Animais Silvestres (CERRAS) em Natal, e de uma equipe de voluntários dedicados.

Para não prejudicar essa experiência e não pertubar a harmonia ecológica da área pedimos ao visitante para respeitar as poucas regras que colocamos no verso da senha de ingresso, com o título “Código de Comportamento na Mata”.

Preço por pessoa: R$ 3,00.

Confira algumas das trilhas:

CAMINHO DO JACÚ (200 m) – GRAU 2
Trilha Luminosa e arejada que passa pela parte mais elevada da Chácara do Madeiro, 80m acima do nível do mar.

CAMINHO DA JIBÓIA (340 m) – GRAU 3
Trilha serpentina que desce até o recanto mais ermo da floresta, antes de subir para um encontro emocionante.

VEREDA DA MOÇA BRANCA (400 m) – GRAU 3
Paisagem encantadora por um túnel onde o visitante parece estar brincando de esconde-esconde com o mar.

ESCADA DO VELHO CASTELO (90 m) – GRAU 4
Ao ritmo emocionante da arrebentação, esta escada leva da Toca da Caipora até a luminosa Prainha, ponto de espreita para barcos e golfinhos.

PASSEIO DO PEROBA (300 m) – GRAU 1
Gracioso caminho que contorna as falésias da ponta do Madeiro, desfrutando vistas poéticas, ora para o sul, ora para o norte.

CAMINHO DOS PIRATAS (100 m) – GRAU 4
Inclui a emocionante escada de corda pela qual se alcança a enseada do Madeiro, propícia para o banho de mar.

RASTRO DO TATU (150 m) – GRAU 3
Leva o visitante de volta à entrada, vencendo a ladeira de maneira suave. Evita o risco associado com a subida pela estrada de piçarro, usada por carros.

CAMINHO DO CHORRÓ (100 m) – GRAU 2
Pequeno “tira-gosto” que leva o visitante da “sala de espera” para o início das outras trilhas, dando-lhe a chance de testar seu preparo físico para as caminhadas maiores.

VÔO DO VAGA-LUME (200 m) – GRAU 2
Trilha em zigue-zague comemorando o pequeno inseto que é o feiticeiro das noites escuras de inverno. Termina na Escada do Maracajá.

DESCIDA DO MARACAJÁ (90 m) – GRAU 4
Escada íngrime descendo do mágico Mirante da Meia-Lua até o espelho da Lua Cheia.

CAMINHO DO CAMALEÃO (600 m) – GRAU 4
Como sugere o nome, é uma trilha com muitas mudanças de cor, clima, visual e demais pontos de interesse.

TRILHA DA AVENTURA (150 m) – GRAU 1
Só para crianças! Cheia de Surpresas! É necessário apanhar o folheto especial para participar desta brincadeira.

Outras Atrações

Baía dos Golfinhos – Praia do Curral
A praia do Curral é a preferidas dos golfinhos, que costumam receber os visitantes com saltos e acrobacias marítimas.

Descida de sandboard

Em Pipa, um bom lugar para arriscar uma descida são as dunas de Cacimbinhas, que ficam bem em frente à Praia de Cacimbinhas, no canto esquerdo da Praia do Madeiro. Ao chegar em Pipa, vindo de Tibau do Sul, as dunas estão à direita da pista.

Praia dos Afogados
Ponto de encontro de surfistas e gente sarada, a Praia dos Afogados tem ondas o ano inteiro.

Ponta do Pirambu
Passeio que pode ser desfrutado em um dia, a Ponta do Pirambu é um complexo com restaurante, lojinhas, piscinas, centro de terapia e massagem. Ainda conta com um elevador panorâmico que leva os clientes do topo da falésia à areia da praia. O acesso pode ser feito pela estrada principal.

Passeio de caminhão pau-de-arara
O passeio leva os turistas para conhecer, durante todo o dia, as praias de Pipa, Minas, Sibaúma, Barra do Cunhaú, Cacimbinhas e Tibau do Sul. O roteiro inclui piscinas naturais, passeios de barco, skibunda, sandboard, finalizando com um lindo pôr-do-sol nas dunas e crepe nas margens das Lagoas de Guaraíras.

Praia do Amor
Essa praia possui esse nome devido ao seu formato de um coração e também pelo fato que nela praticava-se nudismo.

Noite em Pipa
A noite em Pipa é bem agitada, e cada dia da semana tem pelo menos uma casa noturna preparada para receber os clientes. Informe-se qual é o lugar da balada em determinado dia da semana antes de sair do hotel ou pousada.

Como chegar

Avião – Para chegar a Pipa, deve-se tomar um avião para Natal (RN). O Aeroporto Internacional Augusto Severo estar localizado a 80 Km da Praia da Pipa. A corrida de Táxi do Aeroporto a Pipa custa cerca de R$ 80 (oitenta reais).

Carro – Seguindo pela BR 101, entrar em Goianinha e seguir as placas de sinalização até Praia da Pipa. Outro caminho bem atrativo se vindo por João Pessoa (PB) é entrar em Canguaretama (RN) (100 Km) passando por Barra do Cunhaú (8 Km), atravessar na balsa para Sibaúma (10 min) e seguir até Pipa por cima das falésias com uma vista deslumbrante do mar (6 Km).

Táxi – A corrida de Taxi do Aeroporto a Pipa custa cerca de R$ 80,00 (oitenta reais), e deve-se confirmar no Aeroporto Augusto Severo pelo telefone: (84) 644-1000. Outra opção é verificar se a Pousada escolhida faz traslados, ou ainda, contactar empresas residentes em Pipa, que fazem traslados e passeios pela região, como a Pipatour ou Receptivos.

Dicas

O que levar

  • Boné
  • Protetor solar
  • Óculos escuros
  • Roupas de banho
  • Repelente
  • Roupas confortáveis
  • Tenis
  • Dinheiro trocado

Dicas Especiais

Cuidado ao visitar Pipa entre os meses de novembro e maio, pois você pode acabar topando com um ninho de tartaruga marinha na praia do Madeiro e Village. E visitar Pipa em agosto ou setembro também não é uma boa idéia, pois a chuva já passou, mas os ventos estão mais fortes e a paisagem fica toda bege. Esperar até outubro é uma boa dica.

Hospedagem

Pipa oferece pousadas e hotéis para todos os gostos, e até resorts que hospedam, em sua maioria, turistas estrangeiros.

Alimentação

Pipa tem opções variadas, como restaurantes, bares, creperias, pizzarias, e sorveterias. Tem até tapiocaria.

Mais informações

Telefones – o código DDD da região é 84

Aeroporto internacional – (84) 3743-1811
Unidade Mista de Saúde – (84) 3246-4303
Delegacia – 190
Prefeitura de Tibau do Sul – (84) 3246-4526
Pipa Taxi – (84) 9961-9619

Bancos da região – Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal a apenas 28 km de Pipa, em Goianinha

Sites da praia
http://www.pipa.com.br
http://www.praiadapipa.com.br

Principais Distâncias de Natal

Tibau do Sul – 80 Km
Pipa – 85 Km
Barra de Cunhaú – 86 Km
Baía Formosa – 97 Km
Sagi – 98 Km
João Pessoa – 120 Km
Recife – 270 Km
Fortaleza – 560 Km
Maceió – 572 Km

Anúncios

Ações

Information

One response

24 10 2008
Pipa, un pequeño paraíso brasileño | Absolut Brasil

[…] 1 vía:latinamerica Foto 2 vía:trilhaseaventuras Tags: discotecas, Fiestas, pipa, Playas, quad, senderismo Artículos […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: