Visitando Machu Picchu

29 01 2007

Machu Picchu

Machupicchu, por sua incomparável beleza e força espiritual que emana dos remanescentes arqueológicos, é privilegiada por fazer parte de um seleto grupo de monumentos mundiais que milhões de viajantes de cinco continentes sonham em visitar.

A cidade foi uma fortaleza encravada na área mais inacessível dos Andes, escondida dentro da floresta tropical e construída com uma localização geográfica privilegiada que combinava as montanhas sagradas, água corrente e um alinhamento celestial quase perfeito, especialmente para a passagem do deus sol.

A disposição dos prédios, a excelência do trabalho em pedra e o grande número de terraços para agricultura num local tãoinacessível, é impressionante. No meio das montanhas, 2450 metros acima do nível do mar, os templos, as casas, os cemitérios, tudo está distribuído de maneira organizada, abrindo ruas e aproveitando o espaço com escadarias.

Degraus de pedra levam a místicos templos feitos com blocos de granito branco, uns graciosamente montados sobre os outros, sem argamassa, no mais sofisticado estilo da arquitetura inca. Um trabalho tão perfeito que entre eles não caberia um alfinete sequer.

Para alguns pesquisadores, Machupicchu teria abrigado uma espécie de convento para as Virgens do Deus Sol. Outros dizem que a cidade foi fechada quando o soberano Inka morreu. No entanto, pouco se sabe sobre a sua finalidade e certamente nunca se saberá realmente o que teria levado os antigos habitantes de Machupicchu a abandonarem sua cidade.

O certo é que, com todos os mistérios que ainda cercam essas construções, não há dúvida de que Machupicchu foi uma cidade meticulosamente idealizada, que representou um centro geográfico sagrado para os incas e que hoje é considerada uma das obras primas da engenhosidade do homem.

Geografia

Estação Machupicchu Machupicchu está localizada a 13º09′23′’ de latitude Sul e 72º32′34′’ de longitude Oeste, no Km 112 da ferrovia Cuzco-Quillabamba, ponto conhecido como “Estação Machupicchu” ou “Puente Ruinas” que fica a 2000 metros de altitude. A partir da estação, micro ônibus levam turistas através da estrada em ziguezague, de mais ou menos 5 km de extensão, denominada de Hiram Bingham, até a cidadela de Machupicchu a 2350 metros de altitude (Praça Principal).

Machupicchu, assim como quase todos os nomes Quéchuas de lugares da região, é uma palavra composta que provêm de machu = velho e picchu = cume ou montanha (em Quéchua essa palavra é masculino). Portanto, Machupicchu se traduz como “montanha velha”.O pico que se observa logo em frente e que aparece nas fotos clássicas da cidadela é chamado de Waynapicchu ou “montanha jovem”. Os nomes originais que os Incas davam aos locais se perderam no tempo. Machupicchu e Waynapicchu foram nomes dados por agricultores vivendo na região antes do aparecimento de Hiram Bingham e descritos por este posteriormente nas duas expedições que fez ao local.

O clima em Machupicchu apresenta as mesmas características que toda a região e pode ser definido basicamente em apenas duas estações: a estação das chuvas, que vai de setembro a abril e a estação seca de maio a agosto. Mas por encontrar-se no início da selva amazônica peruana é possível chover em qualquer época do ano. A temperatura média anual é de 13ºC. Nos dias mais quentes do verão a temperatura chega até 26ºC e entre maio e agosto, no inverno, pode cair para abaixo de 0ºC. A precipitação de chuvas anual é de mais de 1500mm e a umidade do ar pode chegar a 90% nos meses de chuva.

A cidadela de Machupicchu foi construída sobre uma grande estrutura de granito chamada de “Batolito de Vilcapampa” surgido no período Paleozóico com aproximadamente 250 milhões de anos. É uma rocha ígnea intrusiva (magma esfriado no interior da terra) e está composta principalmente de feldspato (+ ou – 60%), quartzo (+ ou – 25%) e mica (+ ou – 10%).

Para saber mais sobre Machu Picchu basta procurar no Google.
A quantidade de informações encontrada é super vasta e completa.

Vídeos:

Confira alguns vídeos sobre Machu Picchu

Vídeo 01 – clique aqui

Vídeo 02 – clique aqui

Vídeo 03 – clique aqui

Vídeo 04 – clique aqui

Vídeo 05 – clique aqui

Vídeo 06 – clique aqui

FONTE: www.machupicchu.com.br

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: